top of page

Como encontrar a sua identidade?

O primeiro passo para encontrar a sua identidade é se permitir cometer erros no caminho

Algo muito importante quando se fala em encontrar a identidade é a importância de reconhecer os erros, aprender e crescer em sua jornada.


Ao contrário do que tendemos a pensar, os erros podem facilitar a aquisição de conhecimentos e habilidades.


É um processo no qual podemos identificar as causas desse erro e compreender as medidas que devemos adotar para tentar não repetir o mesmo erro no futuro.


A atitude que aprendemos a ter em relação ao sucesso e, sobretudo, aos nossos erros, influencia a nossa capacidade de aprender com eles, a nossa capacidade de nos tornarmos competentes.


Isso favorece uma mentalidade construtiva, com a qual podemos mudar e crescer por meio da aplicação e da experiência.


O próprio Thomas Edison, que inventou a lâmpada, errou mais de mil vezes em seus experimentos até que o resultado desse certo. Por que então martirizar o erro e não aceitá-lo como natural?


O problema de não assumir o erro


Muitas pessoas tendem a colocar a “culpa” do próprio erro em fatores externos, como se isso aliviasse um peso em seu caminho.


Esse é um comportamento comum que apenas nos induz a perseverar no erro e cria obstáculos para o crescimento pessoal e profissional.


A primeira de todas as coisas a fazer é não se ater tanto ao “certo” ou “errado”, mas se dedicar a um caminho de reflexão sobre o que está dentro de nós e não fora de nós.


As coisas podem não ter saído como planejado, mas você ainda pode tirar uma lição valiosa e ter um grande aprendizado com o erro.


Reconhecer os erros


Este é um passo indispensável, reconhecer quando você comete um erro.


Para determinar se você está repetindo os mesmos erros, leve em conta seu próprio comportamento. As circunstâncias que rotulamos mentalmente como "incomuns" ocorrem com muita frequência? Se tais situações forem a norma, então pode ser o caso em que precisemos admitir que estamos cometendo um erro repetidamente.


Além disso, muitas pessoas tendem a se culpar excessivamente pelos erros, como se eles fossem determinantes, e acabam se sentido paralisadas com a situação.


É preciso entender que errar é humano e faz parte do processo de crescimento em qualquer projeto de vida.


Encontrar a causa do erro


Um ponto importante também é avaliar uma ação específica que resultou em um erro, que pode ter desencadeado outros semelhantes.


Os maus hábitos podem levar a erros simples. Por exemplo, podemos ter o hábito de encher a agenda de anotações e, portanto, esquecer ou faltar a compromissos. Errar faz parte da rotina e, ao encontrar a causa do erro, podemos evitá-lo.


Entender o que queremos e o que fazer a partir dos erros


Podemos identificar o que deu errado se pudermos definir o que esperamos que aconteça e por quê.


Imagine que você esperava que as coisas dessem certo, mas, por algum motivo, deram errado.


Como eu imaginei que as coisas iriam acabar? Como eles realmente foram? Por que isso aconteceu? O que preciso fazer a partir de agora?


Sempre que pensamos em nossos objetivos e avaliamos as nossas estratégias e planos precisamos entender o que aconteceu para impedir que algo desse errado.


As metas eram alcançáveis? Você não colocou uma responsabilidade muito grande sobre si mesma? Eu defini minhas metas de forma errada? Eu cometi um erro ao executar o plano?


Diversas outras perguntas podem ser feitas para você encontrar respostas para o erro e traçar uma nova forma de visualizar e contornar a situação a partir dos próprios erros.



bottom of page