top of page

Confie na sua intuição, nem todas as tendências representam você



A palavra intuição vem originalmente do latim e significa "contemplar" ou "olhar para dentro".


Ela é uma parte bastante profunda de nossa alma e fala conosco em questão de segundos. Albert Einstein disse: “A mente intuitiva é um presente sagrado e a mente racional é um servo fiel”.


Sem aprender a olhar e ouvir nossa intuição, tendemos a confiar apenas na mente racional ou em informações externas de outras pessoas, que podem rapidamente nos desviar do caminho.


Ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, a intuição é uma forma legítima de tomar decisões.


Por meio do nosso instinto podemos saber, de acordo com nossas percepções e sensações dadas pela experiência, o que fazer e como fazer.


Por isso, roxinha, não precisa seguir tendências que não te representam e colidem com seu modo de pensar e estar no mundo.


O que é intuição?


A intuição é um sentimento repentino e inexplicável que surge dentro de nós. Também é conhecida como “sexto sentido”.


É a força misteriosa que nos guia. As informações que recebemos de nossa intuição geralmente não estão disponíveis para nossa mente consciente e, portanto, vêm do inconsciente.


Quais são as maneiras comuns pelas quais experimentamos a intuição?


Normalmente, a intuição surge como uma voz interior silenciosa ou sentimento nos dizendo para aproveitar uma oportunidade, trilhar um caminho, aceitar uma proposta e assim por diante.


A intuição também nos diz o que não fazer, o que observar, quando estar alerta e quando parar.


Como surge a intuição?


A intuição está associada ao lado direito do cérebro, que é responsável pela criatividade, imaginação e emoções.


O lado esquerdo do cérebro, por outro lado, está conectado à lógica, ao raciocínio e ao pensamento crítico.


Então, a intuição vem dessa dimensão não linear de nossas mentes, aquela parte em que existem conexões e associações inconscientes.


Porém, nas profundezas inconscientes reside sabedoria, algo que está esperando por desenvolvimento e expressão.


A intuição é uma ferramenta muito poderosa. No entanto, muitas vezes é ignorada ou subestimada por nós. Já percebeu o quanto desperdiçamos a nossa potência em não ouvir a voz da intuição?


Por que a intuição é poderosa?


A intuição revela verdades profundas em nossas vidas


Seja sobre nós mesmos, sobre outras pessoas ou sobre a vida em geral, a intuição nos ajuda a desenvolver uma compreensão de diversas coisas.


O resultado é que nos sentimos guiados com mais inteligência em nossos pensamentos, sentimentos e decisões.


Ajuda a identificar presságios em nossas vidas


A intuição nos conecta com nossos sistemas de defesa instintivos, ajudando-nos a evitar danos e adversidades.


A intuição abre novos caminhos


Ao nos ajudar a identificar sinais positivos em nossas vidas, a intuição abre novas portas para nós quando menos esperamos.


A intuição nos orienta e nos ajuda a tomar decisões sábias


Ao nos permitir saber quais decisões a tomar e quando, a intuição nos ajuda a agir com confiança e tranquilidade. E, também, a seguir caminhos que nos são verdadeiros segundo nossa essência.


A intuição nos ajuda a viver uma vida plena


A intuição pode levar a verdadeiras mudanças em nossas vidas. Quando a ouvimos, tomamos decisões que, em última análise, podem trazer grandes transformações.


Alivia pressões


Você está colocando muita pressão sobre si mesma? A pressão para tomar uma "decisão rápida" tende a inibir o fluxo da intuição.


Uma vez que a intuição pode funcionar mesmo em circunstâncias extenuantes, se você tiver a chance de desacelerar, faça-o.


Só porque você não está obcecada por algo, não significa que o pensamento não esteja fervendo em seu subconsciente.


Tomar decisões quando não se está sob pressão permite adotar novas perspectivas e se abrir mais facilmente para a presença de seu conhecimento intuitivo.


A intuição permite que você cresça


Se ouvir o instinto significa ouvir o nosso lado mais profundo, segui-lo também significa nos conhecermos mais e promover o crescimento pessoal.


Seguindo essas percepções, aprenderemos a entender quais são nossos desejos autênticos que nos farão sentir mais felizes e em harmonia.


Como estimular o pensamento intuitivo?


Meditar favorece a intuição


Se você está com dificuldades em acessar a intuição, faço alguns minutos de meditação por dia. Você vai tornar seus pensamentos mais claros e isso pode abrir espaço para o pensamento intuitivo.


Conheça seus sentimentos


Estar ciente de seus sentimentos, pensamentos e comportamentos e como eles afetam você e as pessoas ao seu redor é uma ótima maneira de se conectar com o pensamento intuitivo.


Quanto mais conscientes estivermos do que está acontecendo dentro de nós, mais fácil será identificar a voz de nossa intuição. Atenção plena, meditação e introspecção ajudam a desenvolver essa habilidade.


Entenda que a intuição não é apenas um sentimento


Muitas vezes temos um sentimento, mas decidimos ignorá-lo. Pode parecer um julgamento precipitado e não parece sensato ser precipitado, não é verdade?


Porém, a experiência pode acabar demonstrando que, no final das contas, nossa intuição estava certa.


Nossa verdadeira natureza sugere o caminho certo a seguir e as pessoas em quem confiar. Mas, para isso, precisamos ouvir a intuição.


A intuição nos oferece soluções


Você já se sentiu como se estivesse em uma situação aparentemente sem saída? De repente, você teve uma iluminação que lhe mostrou outro ponto de vista e você foi capaz de sair dele.


Nestes casos, é a nossa intuição que vem em nosso auxílio e nos orienta para aquela que poderá ser a melhor solução de todas.


Intuição é também autoconhecimento


Uma das razões pelas quais as pessoas não dão ouvidos à sua intuição é porque não confiam em si mesmas, têm medo de seguir seus instintos, porque não há espaço para a voz do instinto aflorar.


Qual é a solução para isso? Encontre tempo para se dedicar à calma, à tranquilidade, a si mesma.


A intuição pode se manifestar como uma voz interior ou como um sentimento. Portanto, quando as emoções surgirem, não se sinta culpado por senti-las.


Em vez disso, você pode tentar decifrar o que a emoção está realmente tentando lhe dizer. Este pode ser o primeiro passo ou sinal para que você tome uma decisão que poderá ser significativa em sua vida.


Espero que este conteúdo tenha te ajudado!


bottom of page